Gente,

13 12 2009

ferrou! Agora tenho 24 anos!





Atenção!!! Estão todos convidados!!!

8 12 2009

Aniversário de quem?!?!





Camila, Chef de Cuisine

8 12 2009

Todo mundo sabe que queijo, ervilha, chocolate, banana, milho e Rórte estão entre as minhas paixões… Mas dessa vez vou me superar fazendo o prato do ano, Ok?!

Pedi ajuda do branquelo… Porém ele ficou com “nojinho” e não vai nem experimentar.

Vamos lá!

LASANHA DE BANANA E QUEIJO
Huuummm…

1 1/2 xícara (chá) de amido de milho
3 litros de leite desnatado
2 latas de leite condensado
8 bananas nanicas douradas na margarina sem sal
500 g de queijo coalho ralado
400 g de goiabada em pedacinhos
1 embalagem lasanha direto ao forno (500g)

Receita saborosa!

COMO PREPARAR:

Dissolva o amido de milho em um pouco de leite.
Acrescente o leite restante, o leite condensado e leve ao fogo baixo, mexendo até engrossar.
Reserve.
Em uma forma retangular grande e alta espalhe o creme no fundo. Faça camadas de lasanha, creme, banana, queijo, goiabada, creme, terminando com a goiabada. Cubra com papel alumínio e leve ao forno médio preaquecido, por 50 minutos. Retire o papel e deixe por mais 5 minutos. Retire do forno e deixe descansar por 5 minutos.
Salpique com raspas de chocolate ou ervilhas frescas. (hahaha Não faça isso! Foi só pra descontrair.)
Sirva ainda quente.

Rende 20 porções.

*Pode até render tudo isso… Mas o importante é que não sobre, né? hahaha





Conquistas na casa certa

6 12 2009

Acho que, finalmente, encontrei a casa certa. Estou há 7 anos no mercado, trabalhei em tudo quando é segmento. Desde jornal até assistência de garantias autorizadas. E, embora gostasse bastante dos trabalhos citados, eles me limitavam demais. Era pressão, desmotivação e sempre tem um empatando suas idéias e não as deixando fluir, não te deixando crescer.

Como sou formada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, cursando MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e com variados cursos na área, fiquei pensando no que me “empatava” para partir para o segmento que escolhi.

Sorocaba está crescendo muito, mas a “cabeça” para Propaganda e Marketing ainda está um pouco quadrada, careta. As empresas têm medo de investir e não conseguir retorno. E temos ótimas agências aqui! Assim sendo, quanto menos as empresas investem, menos é valorizado o trabalho desses pofissionais”.
Vejo pela turma que se formou comigo. Eu diria que menos da metade dos formandos atualmente exerce a profissão de Publicitário. O salário também é muito baixo. Analiso por propostas que recebi em São Paulo e Alphaville que remuneram os funcionários com, pelo menos, o dobro do salário daqui e mais variados benefícios. Mas o problema de lá é a forma de contratação. Enfim, voltando ao assunto… com o salário oferecido aqui, por exemplo, eu jamais conseguiria pagar a faculdade ou o MBA e ter outros gastos ao mesmo tempo.

Hoje, um pouco livre de maiores “dívidas” pude me dar ao “luxo” de experimentar a mudança.
Resolvi tomar uma decisão radical e, sem nada em vista, larguei tudo e resolvi estudar por mim mesma. Estudar mais as coisas que eu gosto para, quem sabe, poder prestar serviços com aquilo.

Trabalhei em uma empresa onde o diretor sabia bem menos que a tia do cafézinho sobre Comunicação e Afins. Os funcionários tinham 1001 idéias boas e o diretor dizia que, pela experiência de vida que ele tinha, era melhor não fazer nada daquilo… O salário era bom mas a experiência que eu conseguiria adquirir seria nula. Achei melhor me desligar desse tipo de “organização”, estava longe do que eu queria.

Voltei ao zero novamente. Entre conversas e visitas em uma agência nova em Sorocaba… me senti em casa.
Uma Nova Casa. Um conceito trazido de São Paulo onde nenhuma agência daqui usa. Uma forma diferente de tratar o cliente, de não querer tirar ‘proveito’ do dinheiro dele e vários detalhes que eu gostei. Diretores que adoram todas as opiniões e sugestões dos funcionários. Logo: funcionários motivados. Os funcionários são jovens, cheio de idéias novas e, entre real e ilusório, a gente experimenta de tudo.

A agência possui uma filial em São Paulo, mas aqui em Sorocaba existe há apenas 3 meses. Participo do quadro de funcionários há 1 mês. Nesses 30 dias tive muita ansiedade, força de vontade e diversas idéias que pensei que não fossem valer de nada… e valeram. Um dos diretores sempre diz: “Por mais ridícula que você ache uma idéia, coloque ela no papel e não deixe se levar pelos seus julgamentos. Pode viajar o quanto quiser… sempre conseguiremos tirar coisas muito proveitosas de qualquer idéia”.

E assim conseguimos conquistas muito gratificantes antes de 2009 terminar e temos muitas idéias para 2010, que será o ano da Nova Casa Publicidade.

Tive muito medo de toda a mudança radical. De abrir mão do certo pelo duvidoso. De largar um emprego onde gostava muito do que fazia, do ambiente, dos clientes e dos colegas de trabalho mas que não me dava a satisfação pessoal de expor minhas idéias. Foram longos 3 meses de dúvidas e “pés atrás”.

Ainda estou só começando. Mas cada dia tem sido um novo aprendizado, um novo desafio. E quando esse trabalho é aprovado, elogiado ou uma mídia exibe o seu trabalho e a assinatura da agência em um ponto bacana da cidade, é uma sensação indescritível.

Acordar todos os dias às 7 horas da manhã com uma vontade enorme de chegar à agência e começar a criar… não tem preço. Essa é a vida que eu sempre quis.








%d blogueiros gostam disto: